Zetta Blog

Tecnologias que vão mudar a sua vida - Parte I

23.05.2017

Olá leitores da Zetta Conhecimento,

 

Você também tem a sensação de que os dias passam cada vez mais rápidos? Essa correria do dia-a-dia nos faz ter a percepção de que nada de significativo muda ao nosso redor, não e mesmo?

 

E se eu te lembrar que há 10 anos atrás não tínhamos aplicativos inovadores como Uber e WhatsApp? Não dá pra negar que esses aplicativos mudaram a vida de muita gente. Aposto que você conhece alguém que já não sai mais de carro nos finais de semana (ou até mesmo não tem mais carro) e também aposto que você nem se lembra a última vez que mandou um SMS (existe essa função ainda nos celulares?).

 

Tudo isso nos faz pensar: Como será o mundo em 2027?

 

 

Quais serão as novas tecnologias que devem mudar o nosso modo de encarar a vida?

Essa série de artigos tratará de tecnologias que devem aparecer na próxima década (ou pouco mais que isso), umas mais simples e outras bem mais impressionantes.

 

Vamos lá?

 

Youtube e Netflix sem medo de ser feliz

 

Internet lenta? Economizar no pacote de dados? Isso é muito coisa dos anos 2010. Muitas empresas estão trabalhando no aperfeiçoamento das tecnologias de transmissão de dados moveis que conhecemos, sendo que já se falam em 40G e 100G. Mesmo essas novas velocidades serão coisas do passado em pouco tempo. O futuro da tecnologia de transmissão de dados está no conceito de Rede Interplanetária, em que são discutidas maneiras de enviar dados por distancias gigantescas sem perda de qualidade. Já existem pesquisas com tecnologias de transmissão de dados através de laser, medidas em terabytes por segundo. Mas o que vai mudar mesmo o jogo será Rede Quântica, baseada em descobertas no campo da física quântica em que alterações de dados poderão ser transmitidas de forma instantânea, independentemente da distancia. Ou seja, a vida de esperar páginas ou videos carregarem estará acabada. Para a nossa alegria, a internet será literalmente "clicou-baixou".

 

Comida pra todo mundo

 

É comum lermos notícias de problemas no cultivo de alimentos, relacionados a mudança do clima ou novas pragas resistentes à pesticidas. Porém as pesquisas no ramo da “super sementes” avançam rapidamente e logo teremos sementes que serão imunes a seca, calor e efeitos colaterais dos pesticidas. E os alimentos produzidos terão uma vida útil enorme, reduzindo o problema do desperdício. Ainda podemos esperar drones identificando e combatendo possíveis ameaças, como o inicio de doenças  ou insetos atacando as plantações. Essas novas tecnologias e outras que ainda nem conhecemos serão responsáveis por uma redução tremenda nos custos de produção e armazenagem de alimentos. É o inicio do mundo onde a fome será só uma triste lembrança.

 

Jarvis, o seu novo amigo virtual

 

Lembra do filme o Homem de Ferro, em que Tony Stark conversava com Jarvis, um assistente pessoal que faz muito mais coisa que a Siri do iPhone? Pois é, prepare-se para ter o seu também. As tecnologias de reconhecimento de voz e automação de processos vão chegar a outro patamar quando integradas a uma das maiores evoluções da computação: Computadores com consciência de sua existência. O projeto Blue Brain da IBM tem como objetivo desenvolver uma tecnologia que simula o cérebro humano. E o pessoal da IBM acredita que em 10 anos essa tecnologia terá consciência e poderá colaborar na resolução das mais diferentes tarefas. E também poderá ajudar com aquela conversa filosófica sobre o sentido da vida ou para desabafar sobre os problemas do dia-a-dia.

 

Bom, tudo isso pode parecer meio distante, mas pense que há pouco tempo não tínhamos nem celular...

 

Até a próxima!

 

Please reload

Em Destaque

Série Juros, risco e retorno: Como as taxas de juros são definidas?

06.02.2017

1/10
Please reload

Últimas Postagens
Please reload

Arquivo Zetta