Zetta Blog

A importância de estar preparado

28.09.2016

Gostaria de compartilhar uma passagem da minha carreira que me marcou muito e volta e meia acabo tocando neste mesmo tema com colegas de trabalho que estão buscando crescimento profissional.

 
Por dois anos fui líder de um time com sete profissionais responsável pelo back-office financeiro de uma multinacional. E nesse universo de profissionais haviam três perfis claros: Quem estava satisfeito com sua função atual, quem estava no começo da carreira buscando absorver o máximo possível e quem já tinha uma certa bagagem e estava buscando crescer, sendo esse último perfil o foco desse artigo. 


No final dessa experiência, recebi uma proposta para trabalhar fora do país que fez bastante sentido e a aceitei. Era o momento de apontar meu substituto e claramente dois profissionais do meu time tinham minha preferência.


Junto com minha gerente, traçamos os perfis, pontos fortes e pontos a melhorar e marcamos uma reunião para apresenta-los com a liderança de finanças Américas. Sim, Américas, sendo essa liderança formada por americanos, mexicanos e colombianos. Logo no início da reunião, uns dos líderes sequer deixou eu começar e falou: “Não temos candidatos possíveis no time atual, nenhum deles fala inglês fluente”. Naquele momento todos os feedbacks formais, conversas no café e conference calls realizados com meu time vieram à minha mente. Não havia como prosseguir, nenhum dos meus candidatos estava preparado. Foi um sentimento de tristeza e ao mesmo tempo a certeza que a Zetta estava no caminho certo.


"Promoção nada mais é do que um aumento de suas responsabilidades atuais" 

 

Temos a impressão que quanto mais alto o cargo, mais inteligente e competente é a pessoa que o ocupa, mas temos que lembrar que todos passaram pelo momento anterior a promoção, com inseguranças e falta de conhecimento, como todas as pessoas nessa busca do crescimento profissional. Porém, o que se mostra claro é que normalmente os escolhidos para uma promoção se preparam para ela. Seja pelo conhecimento de ferramentas específicas, seja pelos idiomas que domina, seja pelas certificações adquiridas, houve o momento de preparação que normalmente envolve muito do “suor e sangue”.


Por isso, caros leitores, gostaria de reforçar: Estejam preparados. Mesmo que não haja uma promoção em vista, mesmo que o cargo atual não esteja totalmente alinhado com seu desejo de carreira, busque continuamente desenvolver habilidades que te tornem preparado no momento em que a oportunidade surgir. Aprendam Excel, Power Point, leiam os cadernos de política e economia do jornal, participe de palestras. Pela nossa senhora da carreira, falem inglês. E caso a oportunidade não se confirme, continue se preparando. Outras oportunidades virão e o reconhecimento também.


A carreira é uma jornada que requer investimento e normalmente o maior investimento é se dedicar, investir o precioso tempo. 


No final do processo de sucessão da minha vaga, encontramos um candidato interno de outra área da multinacional que acabou escolhido e está indo muito bem. E o nome do candidato esteva cotado para o famoso “facão”. Mas isso é assunto para um próximo encontro.
 

Até a próxima!

 

 

 

 

Please reload

Em Destaque

Série Juros, risco e retorno: Como as taxas de juros são definidas?

06.02.2017

1/10
Please reload

Últimas Postagens
Please reload

Arquivo Zetta